THE RICE EXPERIENCE

let food be the medicine

Fadiga/Cansaço

with one comment

A fadiga é uma doença,   um sinal do nosso corpo a avisar que não estamos bem. A fadiga crónica pode-nos indicar ou conduzir para a doença.

De acordo com a Macrobiótica, a causa da fadiga surge da falta de oxigénio e fornecimento deficiente de glicose às células, consequência da acidificação sanguínea. Uma dieta rica em proteínas animais e açúcar refinado contribui para a acidez, provocando problemas nos rins.  

A falta de oxigénio nas células origina o ambiente perfeito para a proliferação de fungos e bactérias, levando a um fornecimento insuficiente de glicose. A causa do surgimento de fungos e bactérias deve-se a baixos níveis de sódio nos fluidos do corpo, devido a rins fracos. A proporção correcta de sódio no nosso corpo debilita esses micro-organismos.  

A Macrobiótica pode ajudar a resolver problemas de fadiga, já que diminui a possibilidade desses microrganismos se desenvolverem. Como o sódio tem a capacidade de impedir a proliferação de bactérias nos fluidos do corpo, o aumento do consumo de sal pode ser a solução, mas isoladamente não é suficiente. Não significa que devamos aumentar a quantidade de sal usado nas nossas refeições. Deve-se, sim, excluir todo o tipo de alimentos de origem animal, que prejudicam o funcionamento dos rins e promovem o consumo de líquidos, dois extremos que afectam este órgão.

Os rins controlam a quantidade de sódio dos fluidos corporais. Se os rins estiverem fracos, o corpo não consegue reter o sal, independentemente da quantidade que for consumida. Por isso, em primeiro lugar, é importante fortalecer os rins.

Cerca de80 a90% da população mundial sofre de problemas renais. A ingestão de fármacos e vitaminas, tratamentos anti-stress, idas a spas ou mais horas de descanso não acabam com a fadiga, uma vez que o problema não é resolvido na raiz.

Texto ‘The Rice Experience’, baseado no livro ‘Healing from head to toe’, de Herman Aihara e Cornelia Aihara

Anúncios

Written by thericeexperience

Junho 20, 2010 às 2:17 pm

Publicado em Doenças

Uma resposta

Subscribe to comments with RSS.

  1. Muito obrigada pela vossa dedicação.Não sei se têm noção do bem que fazem às pessoas.A mim, fazem imenso, visto que vivo no Luxemburgo, um autêntico “deserto” em termos de Macrobiótica. Ler o que publicam, dá-me alento para continuar numa caminhada de saúde, equilíbrio e bem estar geral. Por isso, agradeço imenso. Já agora, ando a pensar nisto há algum tempo-Tirar o curso de Consultora com o Chico e encontrar um sócio para conjuntamente montarmos aqui um Instituto. Se alguém souber de alguém interessado, agradeço que me comuniquem. Um abraço-Lena Christina Santana

    Lena santana

    Agosto 11, 2010 at 1:10 pm


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: