THE RICE EXPERIENCE

let food be the medicine

A Crise Económica, Estilos De Vida E O Futuro

with one comment

É altura de reflectir. Reflectir friamente sobre os hábitos que nos condicionam e nos limitam criando barreiras à evolução. Reflectir ajuda a quebrar hábitos, mas perder as regalias conquistadas deprime-nos. Quem não gosta de ter um bom carro, vestir boas roupas e ir a bons restaurantes? Se reflectirmos, observamos que por detrás da vaidade e do status do carro vem o crédito e o preço dos combustíveis/portagens, por detrás da beleza das roupas, vem a futilidade das modas e normas sociais, por detrás dos melhores restaurantes, temos comida de pouco valor nutritivo. Por isso é que uma mudança de hábitos pode ser benéfica para a evolução do ser humano, trazendo ideias novas e diferentes. Mas infelizmente vivemos presos ao ciclo vicioso da economia, do ditado “chapa ganha, chapa gasta”, do estilo de vida que idealizamos, presos à frustração do dinheiro

Todos gostamos de ver as fotos da casa nova do Ronaldo e falar do euromilhões, mas sinceramente que sentido é que faz perder tempo com a vida que gostávamos de ter, em vez de aproveitarmos a que temos.  

Se calhar vemos demasiada televisão. Se ignorássemos o excelente serviço prestado pelas televisões deste país, que serve apenas para nos desmotivar e explorar, tínhamos mais tempo, para a família, amigos, convivio, ler, criar, praticar desporto, etc.

Mudar de alimentação é importante. Evitar as modas do vegetarianismo feito ás três pancadas, às rodas de alimentos adulteradas, ás modas da comida saudável com muita cor. Choca-nos ouvir os constantes disparates que médicos e nutricionistas publicam nos meios de comunicação. As mudanças não passam por substituir o leite de vaca pelo leite de arroz, ou trocar os iogurtes convencionais pelos de soja, nem tão pouco trocar a carne pelo tofu. A palavra de ordem é simplificar, simplificar a comida simplifica a saúde, complicar a comida complica a saúde.

Á medida que se simplifica e se criam novos hábitos, é possível chegar aos 15 euros semanais gastos em alimentação por pessoa. Se enveredarmos por este caminho louco, deixamos de consumir tudo o que nos faz mal e é caro: Lacticínios; carne; peixe; farinhas brancas; açúcar refinado; refrigerantes e sumos; café; fruta; alguns vegetais (tomate, beringela, batata). Todos estes alimentos são nocivos para a nossa saúde, toda a comida transformada, processada e embalada encarece a nossa alimentação. Estes alimentos prejudicam o funcionamento dos nossos órgãos e são responsáveis pelo mau estar em que vivemos. “Pagamos para ficar doentes, através dos alimentos que compramos e pagamos para nos curarem”.

The Rice Experience defende uma dieta rica em hidratos de carbono (arroz integral, millet, quinoa, aveia, trigo, trigo sarraceno); leguminosas (feijão, grão, lentilhas); vegetais (cenoura; nabo; alho francês; brócolos; couve flor; agrião; nabiça; couve) e algas. Estes são os alimentos que promovem bem-estar e nos reeducam.

Esta crise de que todos falamos não é novidade, é como um cancro que tem sido alimentado pelos idiotas que se vestem de pompa e circunstancia e que mutilam o país onde vivemos. É um facto que a incompetência de uns prejudica a vida de todos, mas não podemos deixar passar esta fase difícil, carregada de angústia e revolta. Tem de haver estratégia. Temos de aproveitar todas a crises, acreditando que é sempre possível construir ou reconstruir algo das cinzas. A mudança não começa no orçamento de estado, mas sim nas nossas casas, através daquilo que entra na nossa boca. De dentro para fora, nunca de fora para dentro.

Anúncios

Written by thericeexperience

Dezembro 25, 2010 às 12:24 pm

Uma resposta

Subscribe to comments with RSS.

  1. […] http://pt.wordpress.com/tag/saude/ This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink. ← Privataria na saúde: Ação pública contra a “venda” de 25% dos leitos do SUS em São Paulo […]


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: