THE RICE EXPERIENCE

let food be the medicine

Porque Te Deixas Influenciar Por Pessoas Negativas

leave a comment »

P – Eu gostava de falar sobre o tema, tudo é fundamentalmente neutro.
B – Sim.
P – Em termos de manipulação, se eu sinto que alguém está a ter uma abordagem energética manipulativa comigo.
B – Sim.
P – Não é possível que a energia dessa pessoa seja negativa?
B – Mas porque é que tens de aceitar?
P – Boa pergunta.
B – Consegues perceber que a única razão pelo qual tu vives negatividade na tua realidade – não que não reconheças negatividade na realidade deles – mas a única razão pelo qual tu poderás senti-la na tua realidade é porque a aceitas e a crias na tua realidade, acreditando na realidade deles tornando a na tua realidade.
Tu aceitas a oferta. Mais uma vez, é uma boa oportunidade para tu reconheceres que se te estão a oferecer negatividade, senão preferes, então a oferta deles de negatividade permitiu-te alinhar com aquilo que é verdade para ti, e com aquilo que tu sabes que não é verdade para ti. Então podes sempre dizer: “eu agradeço a tua oferta de negatividade mas nada tem a ver com a minha realidade, muito obrigado mas eu vou seguir o meu caminho.”
P – Sim, eu quero, mas o meu problema é…
B – Problema?
P – Sim mas parece que a minha opinião não tem valor, aquilo que tenho para dizer não parece ser poderoso. Eu sinto que…
B- então estás apenas a julgar que não é. O teu problema é simplesmente o facto de julgares seres inferior. Porquê?
P – Boa pergunta (risos)
B – Oh, agradecido! (Risos)
P – As minhas emoções surgem de uma forma tão forte que eu sinto-me intimidado.
B – Sim mas apenas aparece para tu reconheceres que tu tens uma crença que tu não és tão poderoso. Senão gostas dessa experiencia então permite-te reconhecer que eles te estão a mostrar que podes acreditar noutra coisa.
Percebes que a ideia de te oferecerem essas experiencias negativas não é necessariamente, e não tem que ser reconhecido como uma indicação que tu não tens poder. Mas sim, elas surgem para te mostrar que se acreditas que não tens poder e se ainda por cima não preferes, então podes escolher acreditar que tu és igualmente poderoso.
P – Não sei se confio nisso.
B – Porque não?
P – Não sei.
B- Posso fazer-te uma pergunta?
P – Sim claro.
B – Agradecido. Tu existes?
P – Sim
B – Tens a certeza?
P – Sim (risos).
B – Ok. Tens de fazer alguma coisa especial para existires?
P  – Não.
B – Então porque assumes que tens de fazer alguma coisa especial para continuares a existir?
P – ……..
B – Tu foste criado pelo amor incondicional. Tudo o que é criou-te. E tudo o que é, obviamente achou que merecias existir. O que poderá ser mais importante do que isso? Porque não te dás o mesmo respeito que tudo o que é deu-te quando te criou? E porque não assumes ao menos de uma forma obvia, que és igual a qualquer outra criação. Senão tu nem sequer tinhas sido criado. Então?
P – Eu consigo perceber.
B – Consegues?
P – Sim mas tendo a esquecer.
B – ok.
P – Eu esqueço-me e por vezes sinto uma luta entre eu e eles.
B- Sim mas se calhar até gostas?
P – Não gosto nada.
B – Então não o faças.
P – Vem no seguimento do que falaste sobre obstáculos e sobre tentar dar a volta. Parece melhor usar esta nova ferramenta que me permite atravessar o problema.
B – Sim claro. Então permite-te reconhecer que ao incorporares essa nova ferramenta, tu és um novo tu. E todos estes cenários que descreves são sobre um tu que já não existe. Então porque trazê-lo para dar força ao teu novo eu? eles já não têm nada a haver contigo. Percebes?
P – Sim.
B – Reconhece que na tua sociedade, este tipo de situações acontecem constantemente, é apenas uma nova noção que te permite seres aquilo que preferes em detrimento daquilo que não preferes, mas sem te aperceberes que tu és o teu novo eu.
O que é que aquilo que tu eras tem a ver com aquilo que és? Nada. Só se quiseres acreditar que sim, tu és responsável por essa escolha. É apenas o facto de escolheres acreditar que te permite viver a ilusão que vai acontecer dessa forma. O presente não é um resultado do passado. Só tu, na tua realidade, acreditas acreditar que existe uma continuidade.
P – mmmmmmm.
B – pensa sobre isso.

 

Traduzido de uma conversa do channeling bashar

Anúncios

Written by thericeexperience

Maio 4, 2019 às 3:28 pm

Publicado em Uncategorized

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: