THE RICE EXPERIENCE

let food be the medicine

Os Homens E A Teimosia Da Ejaculação

leave a comment »

imagesMVJS335M

As relações sexuais são a forma, através da qual o homem e a mulher se tornam “um”. Eles simplesmente sentem que essa energia pertence aos dois, através do fluir de forma contínua da energia sexual. Cada um dos amantes, encontra-se no extremo oposto da polaridade. Quando a troca de energia chega a uma certa intensidade, equilibra os corpos sólidos dos dois amantes através da pulsação, como se estivessem carregados de electricidade. A sensação de fisicalidade desaparece. De repente, tornas-te num pilar de energia vibracional, estranhamente equilibrado com o campo energético do teu amante. É um total orgasmo do teu corpo e mente. A batalha do ego desaparece, chegando ao tamanho de um pequeno grão de areia, fundindo-se nas energias subtis do universo.

Muitos homens podem até sentir algo muito ténue desta sensação, mas poucos são capazes de manter a experiencia, porque descarregam a energia referente ao seu campo de polaridade através da ejaculação. Não posso considerar este ato como de puro orgasmo: basicamente é um descarregar de uma situação desconfortável para o amante, de uma energia demasiado excitada, que não tem nenhum sítio para ir senão sair á pressa.

Um verdadeiro orgasmo acontece quando os amantes continuam a pulsar juntos. A sua energia sexual completa um circuito completo entre os dois pólos magnéticos, carregando cada um deles incessantemente.

O fluir da energia sexual não consegue completar este ciclo; o amor necessita de estar presente. A mente participa no sexo de forma atenta a todos as sensações. Este ciclo de energia não se completa, se o homem apenas juntar o seu pénis á vagina da sua amante, sem amor vindo de ambos os corações. Só quando o pólo positivo e negativo do homem e mulher estão trancados é que a energia flui de uma forma estável. Esta é a razão pelo qual o sexo, por si só, sem amor, nos torna infelizes. Apenas estás a juntar metade de ti á tua amante, e a outra metade á ejaculação. O fluir da energia do ciclo do Tao é quebrado.

O orgasmo em forma de ejaculação, no qual os homens estão tão viciados e conformados, restringe a sua força de vida aos genitais. Durante o sexo, o pénis simplesmente está cheio de vida, sendo demasiado pequeno para conter essa energia sexual expansiva. O pénis não foi desenhado para suster tanta energia, de qualquer forma conta com a ajuda do cérebro e sistema nervoso central. A verdadeira função do pénis é conduzir vida/energia, não expelir energia…

Traduzido de um texto de Mantak Chia “Taoist secrets of love, cultivating male sexual energy”

 

Anúncios

Written by thericeexperience

Setembro 7, 2015 at 5:52 pm

Publicado em Consciencia, Filosofia

Sair Da Zona De Conforto

leave a comment »

comfort-zone1‘Se tiveres vontade, podes criar uma realidade nova num mundo pacífico. Se observares o teu dia-a-dia através da lente da Ordem do Universo, recebes a capacidade de produzir milagres – O poder de compreender, criar, imaginar, absorver, pensar, e a capacidade de derramar lágrimas pelos menos afortunados – no Universo. Como resultado, nada é impossível para ti.

Os Gentios, os Fariseus e os Hereges lutavam brutalmente por comida, roupa e abrigo, mas tu não precisas de te preocupar demasiado com estas coisas. Essas lutas têm muito pouco valor para quem quer estabelecer paz e harmonia neste planeta, muito menos para quem procura a paz interior. Isto porque estas lutas destroem, desaparecendo tudo instantaneamente. Não podem ser mantidas. Quando passarmos para o próximo mundo, podemos deixá-las todas para trás. Perder tempo a acumular essas “coisas” não serve de nada. A vida é demasiado curta para perder tempo com apegos mundanos, quando podemos trabalhar a um nível mais elevado satisfazendo as nossas verdadeiras necessidades. Este mundo é demasiado pequeno para te preocupares com os negócios, com o acumular de conhecimento e posses, prazer sexual, apego aos filhos, autoridade, ou outras futilidades que duram apenas um milionésimo de segundo deste grande relógio que pulsa no Universo.

Agora tornaste-te consciente da dialéctica da constituição da Ordem do Universo; vibras através do compasso que sempre indicou o caminho em direcção à saúde, liberdade, felicidade e paz.’

Traduzido de um texto de George Ohsawa

Written by thericeexperience

Agosto 17, 2015 at 12:00 pm

Publicado em Consciencia

A Macrobiotica Não É Uma Dieta Standard

with 2 comments

slide3

Na Macrobiótica a doença é entendida como a parte detrás da saúde. Não importa o quanto uma pessoa fica doente, ele ou ela tem sempre saúde. Por outro lado, de vez em quando ficamos doentes. Mesmo não estando atentos, o nosso sistema imunológico cuida de nós constantemente lutando contra bactérias nocivas. Quando percebemos uma doença é sinal que a mudança é necessária para nos ajudar a passar da doença para a saúde. A Macrobiótica proporciona uma mudança na dieta. Ao nível filosófico proporciona uma mudança de pensamento e espiritualmente uma mudança de atitude.

A dieta macrobiótica permite que o corpo se cure, eliminando as toxinas dos alimentos processados. Deste modo, nas doenças causadas por excessos alimentares, em particular excesso de toxinas, a Dieta Macrobiótica funciona muito bem. Doenças de deficiência ou por causas emocionais, psicológicas ou espirituais, na maioria das vezes precisa mais do que mudança na dieta.

Tenho amigos que seguiram a dieta à risca e não tiveram êxito. Um amigo em particular foi acompanhado por Michio Kushi e Herman Aihara ao longo de vários anos. Nenhuma das recomendações funcionou. Depois de consultar vários médicos sem sucesso, ele encontrou um especialista que diagnosticou uma doença óssea extremamente rara diagnosticando um remédio específico.

No caso do meu amigo era necessário mais do que a Dieta. Assim, podemos concluir que a abordagem dietética macrobiótica só por si não funciona em 100 por cento das pessoas. Às vezes, a doença ganha. Visto de uma perspectiva mais ampla, a Dieta é mais do que um processo de cura e estilo de vida. A Macrobiótica completa inclui tudo, até o médico que tratou o meu amigo e o remédio que ele receitou.

É normal, as pessoas procurarem uma cura macrobiótica completa ao usar uma prática macrobiótica parcial. No entanto, uma prática macrobiótica parcial só pode levar a uma “cura” parcial. A prática macrobiótica completa inclui orientações dietéticas, estudo da filosofia e meditação diária conectando com o infinito. Doença ou saúde, tristeza ou alegria, o conflito ou a paz são aceites com a mesma gratidão e são vistos como percepções temporárias que mudam, dependendo da nossa compreensão e prática.

Baseado num texto de Herman Aihara

 

Written by thericeexperience

Julho 21, 2015 at 12:08 pm

As 5 Falácias Do Cérebro

leave a comment »

heart-and-mind-struggle2a1 – O mundo está a trabalhar contra nós – O cérebro vê o mundo como um problema a ser confrontado. Somos enganados pelo nosso cérebro quando somos levados a acreditar que todo o comportamento humano é uma função do estímulo do ambiente que nos rodeia, e que somos todos vítimas de um mundo injusto e cruel.

Para o cérebro é certo que o universo é um sítio adverso e que é necessário lutar para sobreviver. Devido há sua orientação determinística, ele está constantemente a dizer-nos que temos que estar preparados para dar o nosso melhor contra as forças cósmicas que nos querem derrubar. O cérebro tem por habito abusar e explorar o coração, até ao ponto de o destruir.

O coração é menos determinístico em relação ao ambiente exterior, considerando o universo um sitio amigável.

2 – Vitimização – O cérebro tem uma tendência para se auto culpabilizar. Como se considera o órgão mais importante e brilhante, rapidamente julga negativamente, quando as coisas não correm como ele quer. Quando as expectativas e a necessidade de controlo da esperada promoção no trabalho, dos créditos por algum feito, da recompensa de amor, de um bom lugar para estacionar o carro, ou da compreensão dos outros, não são satisfeitas, o cérebro arranca rapidamente para um sentimento de injustiça forte.

3 – Trabalho árduo vale sempre a pena – Mesmo que o cérebro veja o universo como um poderoso inimigo com o qual tem de lutar para manter o controlo e a ordem, de forma a evitar ser vitima, vive convencido de que consegue mais, se explorar os cérebros alheios. Pensa que, com o esforço necessário, consegue arquitectar manobras inteligentes para tirar partido dos outros, de forma a ser tudo o que consegue ser, evitando erros e disfuncionalidades, fazendo tudo para ganhar, mesmo que esta vitória envolva sofrimento alheio.

4 – Eu consigo mudar as pessoas – Considera-se poderoso e inteligente controlador de outros cérebros. Usa a sua inteligência para mudar os outros na direcção que ele deseja. Quando não consegue, o cérebro fica irritado, impaciente, levando o corpo a praticar actos agressivos. O coração é suficientemente sábio para saber que o cérebro não tem capacidade de mudar outros cérebros. Se o cérebro ouvir o coração, vai aprender a ser mais tolerante, gentil e meigo. O coração sabe que “não se consegue mudar as pessoas, mas consegue-se mudar o que pensas das pessoas”.

5 – A frustração significa agressão – Para um cérebro impaciente, a frustração da concretização dos objectivos, resulta em raiva. Os psicólogos chamam-lhe “frustração-agressão”. Estudos mostram, que não são tanto os pensamentos de frustração que levam á pratica de actos de violência, mas sim, os sentimentos que resultam do próprio estado de frustração. A raiva e a hostilidade provocam o cérebro (ao nível do ego) de forma a este, exercer o seu controlo. Estes sentimentos desconfortáveis traduzem-se com actos de agressividade para o exterior.

Baseado no livro de Paul Pearsall “The Hearts Code”

Written by thericeexperience

Junho 29, 2015 at 11:15 am

Publicado em Consciencia, Filosofia

Industria Alimentar E A Degradação Da Saúde

leave a comment »

holism-500x375A nossa obsessão com o crescimento económico e o sistema de valores que o sustenta, tem vindo a criar um ambiente físico e mental bastante prejudicial á nossa saúde. O aspecto mais trágico deste dilema social, é que a doença criada pelo sistema económico é causado, não só pelos processos produtivos da indústria, mas também pelos alimentos ai produzidos, fortemente anunciados como necessários para a manutenção da expansão económica. Para aumentar os lucros num mercado saturado, os produtores têm que produzir o mais barato, baixando obviamente a qualidade dos produtos.

Mesmo sendo produtos de baixa qualidade, são gastos milhões em publicidade de forma a condicionar a escolha e a opinião e gostos dos clientes. Esta pratica, que se tornou uma parte integrante e imprescindível da economia, provoca uma serie de problemas nutricionais e de saúde, tornando este sistema caduco e insustentável.

A indústria alimentar representa um exemplo gritante de responsabilidade num problema de saúde pública, gerada pelos interesses comerciais. De qualquer forma, a nutrição é um dos factores mais importantes nas nossas vidas, ideia não enfatizada pelo nosso sistema de saúde e médicos notoriamente ignorantes no que respeita á dieta e nutrição. De qualquer forma, as características básicas de uma dieta saudável são bem conhecidas. Para ser saudável e estar bem nutrido, uma dieta deve ser equilibrada, baixa em proteína animais e rica em hidratos carbonos complexos. Este facto pode ser atingido através de três grupos de alimentos básicos – cereais integrais, vegetais e frutas. Mais importante ainda é, preencher três requisitos: os alimentos devem ser naturais, consistindo em alimentos orgânicos no seu estado natural; devem ser integrais, completos e não fragmentados, sem ser processados ou enriquecidos, sem químicos, locais e sem aditivos.

Estes requisitos dietéticos são extremamente simples, e mesmo assim são quase impossíveis de serem praticados, nos dias de hoje.

Baseado num texto do livro “Turning Point” de Fritjof Capra

Written by thericeexperience

Junho 9, 2015 at 3:51 pm

Spirulina Da Serra De Monchique

leave a comment »

dried_spirulinaA equipa de The Rice Experience adora Monchique. Quando soubemos que se produzia Spirulina em Monchique ficámos surpresos, ansiosos, radiantes por descobrir quem era responsável e qual a sua localização. Pensámos que poderia ser um mito, um boato, mas felizmente e para bem de todos os portugueses, é verdade. É em Monchique, que se produz algo tão único, tão nutritivo, feito com a água mineral com o PH mais elevado em Portugal. Qual o resultado? Provavelmente a melhor Spirulina do mundo. O primeiro contacto com a Cristina e com o Georges foi de amor á primeira vista. Este casal mostrou-nos que a Spirulina afinal não é aquele pó nojento, escuro e mal cheiroso que sabe mal. É algo mágico, forte, inspirador, saudável e saboroso.

Os benefícios do consumo de Spirulina são tantos que vamos enumerar os mais importantes:

– Ajuda a equilibrar a dieta, luta contra o stress oxidativo, largamente responsável pelas doenças auto imunes, doenças degenerativas e alergias. Muito rico em antioxidantes (zinco, vitamina D, vitamina A, vitamina E, vitamina B12) protege contra os radicais livres, inimigos das nossas células da pele. Contém também grandes quantidades de beta-carotenes: precursor da vitamina A, essenciais para uma pele saudável, e a sua acção contra a pele seca é cientificamente reconhecida.

– Fortalece o sistema imunológico ao ponto de testes mostrarem que 72 horas após o seu consumo, as células do sistema imunitário se multiplicam 13 vezes.

– Super eficiente na luta contra o cansaço porque preenche os pequenos espaços onde existe falta de vitaminas, minerais e elementos traço. É especialmente aconselhado em casos de anemia devido ao seu alto conteúdo de ferro, facilmente assimilado pelo corpo.

– A Spirulina é energia pura concentrada ideal para praticantes de desporto. A clorofila presente oxigena os músculos, dificultando o aparecimento de acido láctico, promovendo uma recuperação rápida depois dos treinos.

– Enriquece a flora intestinal, prevenindo a prisão de ventre e diarreia e o aparecimento do colesterol mau devido ao seu alto conteúdo de ómega 6 que ajuda na dissolução dos depósitos de colesterol nas artérias, causador de ataques de coração. Muita rica em vitamina PP que influencia na diminuição do colesterol LDL (o mau) e aumento do colesterol HDL (o bom).

– Constituída por 70 % de proteína, capaz de destruir células cancerígenas, e de transmitir ao cérebro a sensação de saciedade, ajudando no controlo de peso. Ajuda também a regular os níveis de açúcar do sangue, instrumento essencial no controlo de diabetes tipo 2.

Baseado num texto de Georges Porta, responsável pelo projecto “Spirulina da Serra”

VISITE O SITE – SPIRULINA DE MONCHIQUE

Nota dos autores: A Spirulina para ser consumida seca, tem de passar por um processo de desidratação. Este processo é bastante sensível. A temperatura não pode exceder os 40 graus máximo. O mau sabor dos pós de Spirulina á venda no mercado, resultam do excesso de temperatura no momento de secagem. Uma embalagem de 100 gramas em pó pode custar até 7 euros. Para nós, faz mais sentido comprar uma embalagem de 100 gramas em palitos que custa 15 euros, mas que conserva todo o seu valor nutritivo.A Spirulina de Monchique respeita a 100% os métodos de produção de Spirulina.

Written by thericeexperience

Maio 12, 2015 at 11:36 am

Feijão Natto, Ou Amamos Ou Odiamos

leave a comment »

imagesNota dos autores:
Ser saudável nos dias de hoje, parece ser uma tarefa complicada. Talvez seja, porque existe muita informação contraditória, vinculada por profissionais credenciados em termos académicos, mas pouco credenciados em termos do verdadeiro conhecimento nutricional. Demorou até se perceber que o leite de vaca é mau para a saúde, aparecendo agora a vez do salmão quimico do chile. No futuro, vai ser normal, surgirem noticias deste género, aliadas á indignação dos consumidores, e ao silencio criminoso da industria alimentar, que irá se manter irredutível na sua missão de espalhar a semente da doença e da destruição pelas nossas famílias.

Do lado mais “saudável” existem os pós oxidados mas milagrosos, que até se vendem nas farmácias, que prometem saúde e longevidade. Estou a falar das famosas super foods. Quem é que ainda não ouviu dizer que se dá muito bem com sementes de chia, mas o que eu gosto mesmo é da proteína de cânhamo que dá muita força.Ok, respeitamos, mas na nossa opinião não existe nada melhor do que os alimentos na sua versão integral.

Gostaríamos de partilhar com os nossos leitores o que para nós é uma verdadeira super food. Estamos a falar do feijão Natto que conhecemos no Brasil e que consideramos ser uma verdadeira bomba nutricional.

Texto:
Natto são feijões de soja fermentados. Há muito tempo que é considerado no Japão como um alimento único, tradicional e brutalmente saudável. Rico em proteína, é normalmente comido com arroz integral. Durante séculos, o Natto tem sido produzido usando um processo de fermentação especial, através da adição de bactérias benéficas, encontradas na palha do arroz de nome Bacillus Natto, aos feijões de soja. A fermentação aumenta o valor nutricional dos feijões e desenvolve um sabor e textura, únicos. A sua textura física é pegajosa mas é resultado do processo de fermentação natural.

Adiciona próbioticos á nossa dieta, ajudando na digestão, fortalecendo o sistema imunitário. Rico em vitamina K e vitamina PQQ, que ajuda as células no processo de metabolização. Podem encontrar este feijão peculiar na Miosótis produzido pelo Eugénio.

Baseado nos artigos “You´ll either love or hate those stinky, sticky beans” de Makiko Itoh, e “About Natto” do site meguminatto.com

Written by thericeexperience

Abril 8, 2015 at 4:33 pm